terça-feira, 30 de outubro de 2007

Não Faltes à RGA Parte II



Já vos deve ter chegado à mão uma destas mensagens com palavras de ordem relativos a uma manifestação (a ser ainda discutida a data e os moldes da mesma) e cabe-nos a nós não só divulgá-los como anunciar e alertar para a realização de mais uma RGA no local do costume (elucidem-nos da hora). Resta apelar a que todos estejam presentes pois se não formos nós a discutir os nossos problemas e a encontrar soluções para os mesmos, concerteza que outros não o farão.

domingo, 28 de outubro de 2007

RGA - parte I

Pois é, realizou-se esta semana mais uma Reunião Geral de Alunos (para quem não sabe o que é ...) em que muito se falou mas pouco ficou decidido... De salientar nesta RGA a presença do Professor Miguel Figueiredo (coisa que pouca vez acontece nestes eventos ... a presença de um docente ... ) conhecido pela sua ligação à informática da ESE para falar acerca da situação calamitosa em que se encontram a maioria dos computadores da nossa querida escola... Este falou em algumas propostas como por exemplo a de ir rodando os computadores em « melhores » condições pelos vários espaços da escola e deixou para rematar o seguinte lema : «se querem usar computadores na ESE o melhor mesmo é recorrerem ao crédito e comprarem um portátil...».

Outro dos pontos dominantes nesta reunião foi o assunto propinas onde o nervosismo e a ansiedade por parte dos membros da AE ficou bem patente já que pelo menos foi o que pareceu à maioria das pessoas lá presentes não existiam formas de luta propostas à partida excepto a ideia de fazer uma manifestação. Este foi um ponto particularmente quente onde algumas pessoas na plateia mostraram o seu descontentamento perante a aparente passividade dos membros da AE visivelmente desgastados e agastados com a reunião que ia se desenrolando muito anarquicamente...


A conclusão de quase três horas de reunião foi a marcação de outra RGA para definir as formas de luta que se vão fazer contra o aumento das propinas para 900 euros.
É caso para perguntarmos será que já não se devia ter estruturado e organizado melhor as formas de luta para esta RGA já que esse era o rumo que já tinha sido pensado pela AE para mostrar o seu descontentamento com a situação?
Por fim de referir a ausência de muitas pessoas que no inicio apareciam extremamente ligadas à AE e a irritação de alguns dirigentes associativos com as inúmeras questões que foram colocadas pela plateia tais como por exemplo a falta de respeito no uso do traje na ESE ou a falta de informação acerca da existência de uma RGA para aquele dia.


Saudações engasgadas

Estefanilho na garganta

É caso para dizer NÃO PERCAS A PRÓXIMA RGA QUE NÓS TAMBÉM NÃO!


quarta-feira, 24 de outubro de 2007

RGA, Não Faltes!

É já amanhã a RGA mais aguardada dos últimos tempos. A ordem de trabalhos incidirá na transição para o Processo de Bolonha na ESE (nomeadamente a respeito dos créditos) e aumento de propinas, podendo ser abordados outros assuntos. É importante a presença de todos os alunos para que em conjunto se definam estratégias de defesa dos nossos interesses e direitos. Não se aceitam desculpas para faltar. O local é o de sempre (Anfiteatro), a partir das 13h, como tal convém almoçar cedo!

Deixamos aqui alguns dados que podem ser acrescentados á discussão de amanhã e que dão conta do valor das propinas pagos nos vários Institutos Politécnicos. Estranhamente nesse quadro o valor da propina do IPS não é revelado apesar de neste momento já o sabermos.

Fonte: Canal UP

domingo, 21 de outubro de 2007

Mais um Dia da ESE

Pois é, para os mais desatentos informamos que hoje se "celebra" mais um dia da Escola Superior de Educação, uma instituição em tempos de mudança e de transição derivado ao Processo de Bolonha ...

Porém como é possível querer implementar um processo novo e dinâmico numa escola com velhos costumes e tradições muito vincadas de laxismo e de deixa andar?

« Deixa lá tar pá estamos em transição ... »

Como é que é possível na escola que frequentamos comprarem-se três plasmas e não se comprarem novos computadores tanto para alunos, professores e secretaria???

« Pá, não te chateies com isso é a transição já te disse ... »

Então e o Flash IPS?? Porque é que o Conselho Directivo tentou reprimir esse produto feito por alunos de Comunicação Social para uma disciplina do seu curso?

« Épa lá tas tu ... tamos em transição ... esquece essas coisas todas que isso é do passado ... agora somos uma escola virada para o futuro e para a tecnologia ... »

Então e os horários na Internet? a tecnologia podia começar por coisas pequenas ...

« Cala-te estas afirmações é para parecer bem ... não é realmente assim ... não queremos é perder os cargos ... desde que o pessoal pá ... continue na ESE pá ... tá tudo bem pá ... »

Então numa escola considerada aberta e democrática para quando uma discussão ou uma sessão de esclarecimento acerca do Processo de Bolonha na nossa escola e não na Europa?

« Pá ... sessões de esclarecimento ... isso também é do passado ... estamos em transição já te disse ... isto o melhor é ficarmos todos caladinhos ... dizemos umas boquinhas nos corredores ... e pronto ... é que se não te pões a pau ainda acordas numa valeta e sem uma costela ... »

Desculpe?

« Sim ... nós acreditamos na liberdade mas só quando nos interessa ... vá ... bebe lá a garrafinha de moscatel de honra ... come um salgadinho ... e não levantes ondas porque estamos em transição pá ... »

Nesta fase de transição a todos os níveis e em mais um dia da ESE é necessário realmente ver o que era necessário mudar e falar mais acerca de alguns podres que nos assolam ...
Porque como é possível existir uma transição quando as propinas estão sempre a aumentar e as condições de ensino sempre a diminuir?

Bem, tenho de acabar porque acho que levei com um taser ...

Saudações engasgadas

Estefanilho na garganta

PS: Um dos objectivos deste blog era a participação e colaboração de toda a comunidade eseana. Começámos por ser alguns poucos, hoje somos mais uns quantos dispostos a discutir os assuntos da nossa escola. Muitos já anunciaram o nosso fim, mas demonstrando o contrário apresentamos Estafanilho na garganta como novo membro do nosso/vosso blog. Novos membros e muitas mais novidades brevemente neste espaço.


segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Para quando uma RGA?

Na ausência de uma tomada de posição na nossa escola acerca de alguns problemas que vão afectando a condição de estudante, deixamos aqui o protesto e a chamada de atenção dos nossos vizinhos da AE da ESCE.

Fica também a sugestão para que se realize uma RGA onde os alunos possam discutir e apresentar estes e outros problemas que os vão afectando perante esta nova realidade académica e quem sabe até se encontrem formas de protesto e luta.

sábado, 13 de outubro de 2007

Queres ser voluntário? Vai à ESE...

Como nós aqui no estefanilho gostamos de ser solidários, vamos ajudar a nossa querida escola a realizar o nova aposta!
Agora quem se dirigir ao sítio da ESE pode lá encontrar as áreas em que estão a fazer recrutamento de pessoas para trabalhar!
Já em outros anos esta situação acontecia mas de maneira mais escondida, poucos sabiam destas actividades extra curriculares e que estas serviam para complemento de diploma!!!!

Foi-nos informado que quem fizer uma ou mais destas actividades pode ficar com um currículo bem melhor, porque ali não se trabalha só porque está frio, mas sim para que, quando um aluno sair da ESE saiba fazer qualquer coisa de útil da sua vida. Com a adaptação a Bolonha, muita gente consegue estar na ESE um ano para fazer 3 disciplinas semestrais, que são aquelas onde supostamente se iria decidir o que realmente se quer fazer, porque são estas que dão a especialização!!!!!

Complicado será alguém tirar uma especialização em alguma coisa em apenas 50 horas!

Portanto meus caros colegas, aproveitem isto porque ainda é grátis, podem aprender qualquer coisa, ou então não e vão para lá fazer aqueles serviços que mais ninguém queira fazer..


Vou picando e vou voando


BZzzzzzzzzzzzzzzzzzz

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

O Ensino Superior na ESE

Este texto foi enviado por uma aluna de comunicação social dia 13 de Julho, mas nós aqui no estefanilho decidimos publicar só agora, porque o momento de despedimentos e novas entradas chegou.
Com isto podemos ver como se fala português nas aulas, português falado por aqueles que nos ensinam.
O nome da professora não é divulgado pela aluna, logo, também o da aluna não vai ser publicado.
Então a estória é assim:
O (ESE)nsino Superior

Estas frases foram expressas por uma professora de Comunicação Social do Ensino Superior, numa aula de Novembro 2005. Através do visionamento de um filme, a aula era dedicada à introdução dos diversos tipos de plano num audiovisual:
"Nem verbalmente, nem como os nossos olhos vêm, nem por palavras. É uma história contada por imagens."
-Nem verbalmente, nem por palavras?! Ah, e também não é como os nossos olhos vêm porque é uma história contada por imagens. 'É bem...'
"Se eu tiver que dizer assim: 'era uma vez' e era um homem, um homem, não era velho." (???)
"Ele está cuidado, mas obviamente é um homem sozinho.""O que é que uma pessoa diz uma palavra quando morrer?"
"Os grandes filmes, nunca é assim tão fácil."
"Ela chamou a atenção da... e agora vou mostrar outra vez."
-Chamou a atenção da quem?
"Primeiro aparece todas estas texturas de coiso."
– "Texturas de Coiso". Este foi um dos termos técnicos introduzidos. Nesta aula, também aprendemos o associado "Plano Coiso".
"Estamos de fora e ela vai entrar no mesmo sítio... nem se percebe."
-Nem se percebe? Pois não...
"Ele arranjou uma lente curva entra a enfermeira."
"Isto se tivesse uma balança, o branco e o preto vale tanto aqui."
"O exercício que vocês fizeram era um bocado para... para ver isto!"
– Para ver o quê?!
"Eu trouxe um filme aqui antigo, mas que eu... já não se fazem filmes desse género."
-Fazia o favor de acabar as frases?
"Põe-o maior, põe-o em relevo."
"Reparem a regra dos terços."
"Relativamente tenho pena..."
-E eu tenho alergia relativamente às penas.
"Tenho um filme aqui que é uma referência, que é um autor que ainda está vivo e portanto é uma referência."
-Então eu também posso ser uma referência por estar viva e ser uma referência??? Fixe!!!
"No menu não tinha essa hipótese, portanto..."
-Tradução: "O menu do DVD não tinha essa opção."
"'tão a ver? Não tem... Ai, isto é... não acredito!"
"O sítio tem a ver com o sítio onde nós estamos a fazer um plano."
– Uau! Naquele sítio nós é que estamos a fazer o plano daquele sítio?
"Ele está num quarto de hotel, uma pensão, uma coisa, uma residência e vai tomar banho."
-Isto faz-me lembrar um dos mutantes do X-Men 3
"Faz um 'racor' entre a sala e o olho... uma coisa."
"Ele também fez o 'Kafka', que é um bom p'ra isso."
"Ia-vos pedir que podiam fazer..."
"Reparem a regra dos terços."(outra vez?!)
Diga-se de passagem que foi a última aula desta professora a que assisti. Lamento pelos meus colegas que, com muita dificuldade, tiveram uma frequência na passada Terça-Feira, a esta disciplina.E lamento imenso o facto de sermos nós as únicas vítimas da qualidade do Ensino Superior em Portugal e que não haja fiscalizações às aulas, nem uma melhor selecção de professores. E então, sem muito por onde escolher, metemos o nosso futuro nas mãos da incompetência.
Este Texto representa a negro o que a professora disse e em vermelhor os comentários da aluna!

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Ultima Hora

Entre muitos mails que chegaram à nossa redacção, que prometemos referir e publicar, recebemos este do Presidente da Associação referente a um assunto que vai preocupando muitos dos alunos da nossa escola e que pela sua importância publicamos prontamente.

"Vivas

na qualidade de Presidente da Associação de Estudantes, venho por este
meio informar todos os colegas, e o ESTEFANILHO, que marquei uma
reunião de urgência com o Prof. Armando Pires (Pres. IPS) no sentido
de esclarecer e chegar a um acordo quando as propinas para os alunos
que frequentarão menos de um ano.

Levo, claro, em consideração, os colegas que por três ou menos
créditos passam os 24 estipulados para a propina mínima.

A Associação de Estudantes não está a dormir e sabe quais são os
problemas comuns a todos os estudantes e colegas da ESE.

Peço a todos que passem este mail a todos os vossos contactos no
sentido de todos os alunos que se encontrem na situação em que farão
apenas um semestre, façam uma lista (por turma) e deixem a lista no
segurança na entrada do átrio, ao cuidado da AE.


Subscrevo-me com os melhores Cumprimentos e
Saudações Académicas
PEDRO JONES"

Agradecemos a informação e mais uma vez afirmamos a nossa disponibilidade para divulgar e colaborar nas actividades da nossa AE. Apenas alertar que esta é uma entre muitas situações que vão afectando os alunos de vários cursos.


Bolonha, Novas Condições, Novas Propinas...

Leia-se no sítio da Escola Superior de Educação de Setúbal:

1. O valor da propina fixado em todas as escolas do IPS, para o ano lectivo de 2007/2008, é de 900€.

2. A calendarização dos pagamentos é a seguinte:
2.1 - Pagamento global, no período determinado para a 1ª prestação.
2.2 - Pagamento em 4 prestações:
2.3 - A totalidade do valor da propina ou as prestações em falta deverão ser regularizadas até ao primeiro dia útil anterior à matrícula no ano seguinte.

3. Aos estudantes finalistas que se inscrevam até um máximo de 24 créditos, é aplicado o valor mínimo da propina legalmente previsto.

4. O pagamento da propina dos estudantes que tenham requerido bolsa de estudo aos SAS/IPS, só se realizará após proferida a decisão final bem como o recebimento das respectivas prestações de bolsa, não se aplicando ainda a estes estudantes o regime previsto no ponto 3.

5. Consequências do não pagamento da propina:
5.1 - Nos termos da alínea a), do art. 29º, da Lei 37/2003, de 22 de Agosto, o não pagamento da propina implica a nulidade de todos os actos curriculares praticados no ano lectivo a que o incumprimento da obrigação se reporta.
5.2 - Nos termos da alínea b) do art. 29º da Lei 37/2003, de 22 de Agosto, o não pagamento de cada uma das prestações acima referidas nos prazos fixados implica a suspensão da matrícula e da inscrição anual, com a privação do direito de acesso aos apoios sociais até à regularização dos débitos, acrescidos dos respectivos juros, no mesmo ano lectivo em que ocorreu o incumprimentos da obrigação.
5.3 - Os juros a que se refere o número anterior são contabilizados nos termos do Decreto-Lei n.º 73/99, de 16 de Março.

Já se tem ouvidos queixas de alunos que estão no ano de transição de Bolonha porque apesar de só terem 3 cadeiras continuam a pagar os mesmos €900 que os alunos que têm 10/12!!

Será justo que todos paguem o mesmo ou será que esta regra foi feita a pensar naqueles que ficam cá só a fazer uma disciplina (1 aluno por ano).

Os horários também estão a ser contestados porque a maior parte dos alunos de transição têm apenas uma cadeira no primeiro semestre!

A transição está a ser acompanhada de perto pelo estefanilho, por isso sabemos que os mesmos alunos de transição ainda nem estão matriculados nas cadeiras respectivas somente porque a escolanão tem capaciade para efectuar esta mesma matricula!

Os alunos só têm que agradecer à professora que se encontra a fazer este serviço da competência da secretaria, que também está excluida de culpas porque não há condições informáticas e logísticas!

Agora os alunos vão começar a ter aulas sem estarem matriculados, logo não há controlo, logo não se sabe quem assiste ás 45 horas de contacto tão faladas em Bolonha.


Ano novo, vida nova, propinas novas, professores novos e competentes mas os antigos problemas continuam...



video

terça-feira, 9 de outubro de 2007

ESE dia 1

Quem se deslocou à escola ontem e pretendia resolver e entender como seria o seu futuro ao longo deste ano lectivo de muito pouco ficou esclarecido. Pelo caminho até à escola eis o cenário que podemos encontrar. Aposto que do CD telefonaram vezes sem conta (procedimento habitual para aqueles lados) a pedir para limpar ou tirar x e y, mas do outro lado não havia ninguém para atender. Poder-se-ia dar o caso de ser uma nova decoração mas não nos quer parecer que assim o seja.