segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Lá como cá!

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Mundo Eseano

Parece mentira, mas a ESE resistiu às primeiras chuvas do ano. Os famosos baldes eseanos vão ter de ficar guardados mais um pouco e para os lados do CD vão-se fazendo figas para que este ano o São Pedro controle a pluviosidade … pobres agricultores! Também poderia ser mentira, mas o facto é que um dos serviços concessionados pela nossa escola não tem livro de reclamações, procedimento obrigatório de qualquer estabelecimento que presta um serviço, ainda por cima quando cobra dinheiro. Se este facto já é estranho, imagine-se a resposta quando alguém se dirige ao CD para pedir explicações. Qualquer coisa do género: “Vão tomar um café que resolvem isso!”. E se pensam que fica por aqui enganem-se caros Eseanos. Se nos voltarmos a deslocar pela manhã ao CD, por outro motivo qualquer, procurando falar com as ditas instâncias superiores a reposta é “De momento não está cá ninguém”. Estranho que em 3 elementos, nenhum esteja presente na ESE para poder atender quem se desloque ao CD e que ainda terá de ter disponibilidade para os caprichos horários daqueles que dizem gerir o nosso futuro. É esta a imagem que o CD tanto quer defender?

domingo, 18 de novembro de 2007

Autorização para "postar"!

Foi-nos informado que na sequência dos acontecimentos da Manifestação de dia 8 de Novembro, a escola estaria a pensar acrescentar a tantos outros sinais de proibição o acima colocado. Aliás, tendo em conta as últimas ocorrências, não será de admirar que sejam alterados alguns dos princípios da nossa escola, que aqui antecipamos:

- A ESE é uma entidade aberta à participação da comunidade…desde que tenham autorização;

- Favorecer a livre expressão e a pluralidade de ideias e opiniões…desde que tenham autorização;

- Garantir a liberdade de criação cultural, científica, artística e técnica…claro está, desde que tenha autorização;

-Na hora de pagar, paguem…para tal não precisam de autorização.


Para a não transmissão das imagens captadas pelo programa “Homens da Luta” (anterior Vai Tudo Abaixo) ao que parece o nosso CD alegou que tal prejudicaria a imagem da escola para o exterior. Perguntamos nós:

- Então mas quem nos gere está preocupado em resolver os nossos problemas ou com as aparências? Prontidão não faltou (tomara que alguns problemas urgentes fossem resolvidos tão rapidamente).

- Para que foram os sorrisos para as câmaras? Ao vivo nunca vimos tanta alegria.

- E não será a imagem da ESE afectada por atitudes como esta da parte do CD? Não esquecemos ainda o Flash IPS.

- Qual é a imagem a ser preservada neste momento? A de uma escola sem condições para os alunos, docentes e trabalhadores, com edifício a deteriorar-se e onde reina a lei do “quero, posso, mando…e faço e ai de quem critique”? Quanto tempo mais tentarão esconder esta triste realidade? Quantas mais bocas vão fechar e quantos mais olhos vão tapar?


Da parte da AE, entidade responsável pela manifestação vinda dos Homens da Luta, queremos acreditar que a ausência de uma tomada de posição se deva a uma reflexão mais prolongada e não à aceitação desta decisão da parte do CD, que vai contra muitos princípios fundamentais que julgávamos vigorarem na nossa escola. Se no Flash IPS (programa realizado pelos alunos de Comunicação Social) o silêncio imperou, esperamos que desta vez e tendo em conta que assumem a organização da manifestação se pronunciem e comuniquem a toda a comunidade o sucedido e a vossa posição perante tal.

Aqui pelo blog podem manifestar-se, falar…que não é necessária autorização!

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

A Voz dos Alunos

Recebemos este e-mail de uma aluna e entendemos publicá-lo já que refere uma situação que parecia resolvida relativamente aos alunos de transição e que afinal se revelou diferente do que estava à espera. Podia ser um caso pontual, mas acaba por dizer respeito a muitos alunos que se encontram na mesma situação.

Boa tarde a todos...

Meus colegas, hoje, dia 14 de Novembro fui à ESE à procura de respostas sobre a minha situação, como aluna de transição de Comunicação Social, no que diz respeito à tal propina mínima que “todos nós”, de transição deveríamos ter. Este facto foi “confirmado” pelo Pedro Jones, o presidente da AE, na RGA do dia 31 de Outubro. Nessa RGA, o presidente da AE, confirmou que todos os alunos de Comunicação Social em Regime de Transição iriam pagar a propina mínima, que ronda os 500 euros (salvo erro).Ora bem, por tal “vitória”, o presidente da AE até recebeu palmas do pouco público presente ,mas eu pergunto-me, palmas para quê? Já existe alguma confirmação dos "órgãos superiores"? Não!! Eu, por aquilo que vejo desta AE, não me contento com aquilo que dizem e sou muito suspeita em tudo o que fazem (deixando a polémica da manifestação um pouco de parte agora), e 15 dias depois continuava sem respostas concretas e decidi ir à procura delas. Para começar, ainda na semana passada recebi um e-mail da secretaria da ESE,e passo a cita-lo:" Aos alunos que frequentam os planos de transição. Informo estes alunos de que está em vias de aprovação pela Comissão Permanente do Conselho Geral do IPS uma adenda ao Despacho que fixou o valor das propinas para o presente ano lectivo, segundo a qual estes alunos irão pagar o valor da propina mínima. O valor da 1ª prestação desta propina é de 130,98 euros. Aos alunos, nestas condições, que já tenham efectuado o pagamento da propina máxima, irão ser feitos os devidos acertos. A Secretária”. Mas, quais alunos? Todos os de transição? Até aqueles que têm disciplinas em atraso? Então e os créditos? Ora, isso era uma alegria! Mas não é! Hoje, facilmente encontrei a Professora Ana Maria Pessoa, coordenadora do meu curso e membro do Conselho Pedagógico que em cinco minutos me explicou tudo aquilo que eu queria saber e, como eu já esperava, foi o contrário do que o presidente da AE disse aos alunos no dia 31 de Outubro.

Na mesma situação que eu, devem de existir outros tantos alunos que se interrogam sobre estas questões, e por isso mesmo, pedi ao Estefanilho para publicar isto com alguma “urgência”. Bem, infelizmente eu tenho uma disciplina em atraso do plano de estudos anterior, que é DDC (Direito e Deontologia da Comunicação). Até hoje estava tranquila porque, supostamente iria pagar propina mínima e iria fazer esta disciplina para o próximo semestre, “fugindo” assim ao exame que será muito complicado. Mas, e de acordo com o que a Professora Ana Pessoa me disse, a propina mínima, se, se for aprovada só será para os alunos que têm até 27 créditos anuais. Ou seja, para aqueles que não têm nenhuma disciplina em atraso. Expliquei o meu caso à Professora e ela quase me “obrigou” a inscrever-me para exame e estudar muito para ser aprovada e assim, esta disciplina em atraso, DDC, não entrasse na minha matrícula cuja UC equivalente é Ética. Desta forma, ficaria apenas com os tais 27 créditos para conseguir a propina mínima, se esta for aprovada. De seguida, fui à secretaria inscrever-me para o exame, mas…os prazos já tinham expirado. Expliquei a minha situação e foi-me confirmado o “pequeno detalhe” dos 27 créditos para a propina mínima, isto porque, no plano de estudos anterior, os alunos que reprovassem em alguma disciplina não transitavam de ano, o que não aconteceu com Bolonha, e assim, não seria justo, terem todos as mesmas regalias. Assim, por falta de credibilidade das palavras do presidente da AE, ou por puro e duro desinteresse em desenvolver este assunto da propina mínima, visto que não “lhe toca pessoalmente” e o que disse está dito e até recebeu palmas por isso, deve ter dado o assunto por resolvido, mas nada funciona assim, muito menos nesta escola. Tive que pagar 25 euros para realizar o exame que, se, tivesse sido informada correctamente ou, simplesmente não tivesse dito em plena RGA que existiria propinas mínimas para todos os alunos de transição, eu iria me informar mais a “tempo e horas” e fazia o exame sem pagar nada.

É que ninguém merece! E pagar 25 euros para um exame que podia perfeitamente ser evitado? Não meus amigos, algo está mal, muito mal! E eu apenas gastei isto para me salvaguardar e conseguir ter apenas os tais 27 créditos, caso a propina mínima seja uma realidade na ESE. Mas, não há quem aguente e já era tempo dos meninos da AE, sim, meninos, fazerem alguma coisa positiva e verídica para os alunos da associação que (supostamente) representam. Mexam-se, falem, contestem, não fiquem satisfeitos com pouco, procurem confirmações, insistam e não desistam, porque os “órgãos superiores” querem é que nós estejamos caladinhos, foi o que vocês fizeram em relação à propina mínima, já nem quiseram saber de mais nenhuns “pequenos detalhes”… Façam alguma coisa que se aproveite!

E, se tiverem respostas, comuniquem! Em tempo útil sff… Mas para mim chega! Contar com a AE para alguma coisa? Não! Paguei 25 euros desnecessários, só porque acreditei na palavra do presidente. E em 10 minutos resolvi aquilo que em 15 dias ainda está por comunicar publicamente aos alunos. Já que deram informação falsa agora podem refuta-la, ou será que os meninos da AE ainda não sabem de nada disto? É o mais provável…

Não há quem aguente…

Sofia ( Rasta )
O meu muito obrigado ao Estefanilho por publicar estas informações essenciais.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

As Imagens da Manif

Deixamos aqui este vídeo com algumas imagens do que se passou em parte da manifestação. Hesitámos em colocar na banda sonora o Bryan Adams e a Shanya Twain mas depois de muita reflexão entendemos que estas são as que mais se adequa (o nosso agradecimento aos Homens da Luta e especialmente à Tuna por estes hinos).


Não poderíamos deixar de enaltecer a presença de todos aqueles que se predispuseram a marcar presença em nome de um principio e de uma luta que vai conhecendo agora os primeiros desenvolvimentos. Estaremos cá para os futuros capítulos!

Queríamos pedir a todos os que registaram através de fotografias ou vídeos alguns momentos da manifestação que nos enviassem para o nosso mail os referidos conteúdos (os direitos de autor serão salvaguardados) pois temos como objectivo alongar este vídeo. O mail é o de sempre: estefanilho@gmail.com

Para os mais saudosistas deixamos ligações para os vídeos da manifestação de 2004.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

A "Manif" nos Media

Postamos aqui alguns artigos que saíram na imprensa regional e nacional acerca da manifestação realizada a semana passada na nossa escola.

in Jornal de Setúbal
in Setubalense, 02/112007

in Diário de Notícias, 08/11/2007

Resta saber se estes órgãos de comunicação foram devidamente autorizados a utilizar a imagem da ESE e dos alunos que se aparecem nas fotos. É que não existe, em alguns casos, qualquer referência à origem das fotos e nem sequer uma salvaguarda dessa mesma origem através de um D.R. (direitos reservados).

domingo, 11 de novembro de 2007

Manifestação e os Homens da Luta

Como começa a ser habitual na nossa comunidade a censura reina e para variar uma coisa feita para defender os alunos e os problemas dos mesmos foi impedido de ser passado, desta vez num orgão de comunicação social muito importante e virado para os jovens(SIC RADICAL).
Nós aqui no estefanilho gostamos muito de censura, hipocrisia e falsos moralismos por isso cá vai uma coisinha para os animar enquanto o video dos nossos camaradas de luta não aparece no youtube.

A imagem da doutora Ana Pessoa foi preservada e a mesma não aparece em nenhum sitio deste filme já que a mesma não autorizou a divulgação das imagens e com todo o direito.

Vamos lá então ver o que se passou!

Once upon a time, in a little white and democratic school...


video

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Manifestação!!
















Apesar da pouca afluência por parte dos alunos da ESE a manifestação aconteceu!

A vigília da noite anterior contou apenas com 20 pessoas a dormir no relvado da escola! Esta manhã apareceu pouca gente na escola para aderir à manifestação mas com a chegada de dois aliados na luta estudantil as coisas melhoraram.

O convite feito por parte de uma aluna aos Homens da Luta resultou e fez com que muitos alunos de outras escolas se dirigissem à nossa para dar apoio, ou então aparecer na televisão!


A manifestação andou pela escola com os Homens da Luta na frente e entrou pelas salas em que estavam a haver aulas, levando a uma grande admiração por parte dos docentes, talvez porque pensassem que isto não seria permitido na ESE ou então nunca pensaram que os alunos se unissem para tal!

A entrada no Conselho Directivo foi o momento alto da manifestação, com o presidente do CD a consentir a presença da mesma na sala ficando ele entre os dois Homens da Luta!

O Estefanilho conversou com os Homens da Luta, onde lhes explicámos a situação do nosso blog e a as nossas motivações e conseguimos que eles nos apoiassem!


Temos um vídeo sobre tudo o que se passou mas decidimos só o colocar online quando o mesmo for divulgado pelos Homens da Luta, tanto na TV como na Internet, para não estragar a surpresa de quem não esteve presente!

Agradecemos assim aos Homens da Luta pela passagem pela ESE e pelo apoio que demonstraram aos nossos estudantes!

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Junta a Tua à Nossa Tenda!

NÓS VAMOS ESTAR LÁ!ps: de salientar a fraca divulgação e pouco empenho de AE numa actividade organizada por si...sem mais comentários!

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Cartão de Estudante!!

Já é bastante conhecido em Portugal que por vezes as pessoas são chamadas para fazer operações cirúrgicas depois de morrerem, chamadas para pagar dividas ao fisco depois de morrerem, para ir a tropa 20 anos depois de morrerem, chamadas para trabalhar porque estão aptas, quando estão completamente debilitadas a nível físico e psicológico. Referindo aqui o caso mais recente de uma professora sofrendo de cancro e uma funcionaria operada as costas que infelizmente está praticamente inválida. O que neste momento se está a tornar moda para o lado de ex-alunos da ESE é a chegada de cartões de estudante ACTUALIZADOS.
















Estes alunos acabaram o curso de comunicação social no ano lectivo anterior e receberam o cartão pela segunda vez apenas agora, visto só terem recebido o cartão uma vez e a meio do primeiro ano que andaram na ESE.
Neste novo cartão pode ler-se a data de validade 10 de 2010, como os alunos não receberam o cartão no segundo ano e o curso ser de cinco, resolveram compensar os mesmos atribuindo-lhes estatuto de estudante por mais três anos!! Será esta a tão falada lei das compensações?
Neste momento ainda só recebemos esta informação de dois ex-alunos, mas pelo andar da carruagem talvez esta quantidade se eleve a cerca de quarenta alunos, os mesmos que terminaram o bendito curso.


segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Tempo de Agir

Este post resulta de mais uma preciosa participação/colaboração da parte da comunidade da nossa escola. Não é demais lembrar e repetir que este é um espaço de todos vós e que é com a maior satisfação que publicamos os vossos textos, apelos ou simples desabafos. Não poderíamos continuar sem agradecer a quem nos enviou esta carta aberta, esperamos que seja a primeira de muitas e é reveladora de que o descontentamento não abrange uma minoria, outrora apelidada de extremista e até terrorista!


Bom, por tudo o que tem vindo a acontecer na nossa ESE e por tudo o que já tem sido feito pelos camaradas do estefanilho e companhia, acho que é imperativo que as coisas comecem a tomar uma forma mais séria. É necessário que estas atitudes do órgão dirigente da escola e do próprio IPS comecem a ter repressões palpáveis, que façam com que passemos a ser levados a sério e não como uma mera cambada de insatisfeitos cobardes. Porque, acreditem que é assim que nos vêem!
É, de facto, lamentável que só assim consigamos expressar a nossa opinião. Lá vai o tempo da censura, contudo, esta parece nunca ter abandonado as paredes brancas da ESE e creio que todo o recinto do IPS.
Caríssimos, é tempo de agir.
Não consigo perceber como é que num Instituto Politécnico se paga mais propinas que numa Universidade e, perdoem-me a ignorância, mas há aqui qualquer coisa trocada não? Na ESE, e restantes escolas do IPS vai ser este ano aplicada a propina máxima de 900€, dividida em quatro prestações.
Em primeiro lugar, só me apetece chorar. Em segundo lugar, tenho uma comparação que preciso mesmo divulgar e que, provavelmente, não será grande novidade. Na faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, o valor das propinas de qualquer curso, nomeadamente da licenciatura com mestrado integrado em psicologia ronda os 774€/ano, eu disse MESTRADO INTEGRADO! Ora posto isto, vamos avaliar bem as coisas. Eu já estive nas instalações da faculdade mencionada e esta não deixa nada a desejar, mesmo nada. Para além disso, na ESE estamos a pagar 900€ por uma licenciatura, apenas. Ah sem contar com mais 900€ por meio ano. Agora pergunto-me, isto é normal? Não! Aliás, espanta-me que o Ministério da Educação, o Governo e, agora o nosso muito preocupado, Presidente da República não vejam uma coisa destas! Dá vontade de sermos ouvidos pelo menos uma vez dentro do pseudo gestor do sistema de educação nacional e logo a seguir mandar o presidente ir bater nos manifestantes da ponte, que é realmente o que ele sabe fazer melhor, isto para além de comer bolo-rei.
Eu estou francamente cansada disto tudo, cada dia é uma decepção.
Este ano vamos pagar 900€ para frequentarmos um curso, numa instituição em que existem plasmas no átrio em detrimento de professores! Por favor, não estamos numa loja de informática em que, para pagar stock se despede a mão-de-obra.
Os anos avançam e a escola apodrece. As prioridades viram outras, que não o ensino.
Por tudo isto, amigos, é premente uma atitude mais séria em relação a todas estas violações dos direitos do estudante. É só coçar p'ra dentro e não ver nada feito para que nós, razão pela qual a escola e todo o IPS foram construídos em primeira instância, possamos ter um ensino de qualidade, em que as coisas são feitas conscientemente e em que se tem em consideração que não se tratam de animais amestrados mas de pessoas que dão o litro, a sanidade mental e a carteira para terem alguma estabilidade profissional e pessoal futura.
Só me resta mesmo dizer que a Professora Ana Maria Pessoa não está doente! Não tá ché ché nem coisa que o valha. Está é a incomodar muita gente naquela escola, porque ela sim se preocupa, ela sim perde dias, noites, saúde, dinheiro e paciência a tentar fazer da escola um lugar habitável para os seus alunos. Vejo muito boa gente a queixar-se que isto está que é uma vergonha, está, de facto, uma vergonha, mas está! E se está alguma coisa é pela devoção desta e de outras pessoas, nomeadamente a Professora Marta Alves e o Professor Fernando Almeida, que apesar de terem, quem diria (!), vida própria fazem de tudo para que hajam condições, informação e acima de tudo formação para todos nós.
Sem mais delongas, caríssimos, vamos agir!

sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Pagar e Calar?

Dia 2 de Novembro, data limite para o pagamento da primeira prestação (300 euros) da propina que este ano, como todos sabemos, foi fixada nos 900 euros. Longe vão os tempos de gritar "Não Pagamos, Não Pagamos!", é agora tempo de exigir, a quem de direito e responsável pela nossa escola e ensino, melhores condições e qualidade que justifiquem o pagamento desse valor. Se pagamos temos o direito de questionar a aplicação do dinheiro pago e, acima de tudo, manifestar o nosso descontentamento por constatar que um aumento de propinas não corresponde a uma melhoria de condições e qualidade no nosso ensino. A RGA da passada quarta feira mostrou que a insatisfação perante a actual realidade da nossa escola é unânime, cabe agora demonstrá-la através das propostas aprovadas (manifestação, recolha de assinaturas) e para tal é importante a participação e colaboração de todos, de forma a fazer valer os nossos argumentos e a nossa luta!